As melhores atividades para dar os primeiros passos no voluntariado

voluntariado para criançasAlém de tornar o mundo num lugar melhor, o voluntariado permite às crianças desenvolver o sentido de responsabilidade, contactar com outras realidades e melhorar as suas capacidades sociais. Porque nunca é cedo demais para começar a ajudar os outros, reunimos, neste artigo, algumas atividades excelentes para os mais pequenos se iniciarem no voluntariado.

Como começar?

A chave é incentivar as crianças a “sentirem que podem fazer alguma coisa”, diz a psicóloga Maryam Abdullah, neste artigo da National Geographic. Segundo a diretora de programas parentais do Centro de Ciência Greater Good da Universidade da Califórnia, as crianças de todas as idades podem ser voluntárias. A responsável realça que até os bebés apresentam sinais de quererem ajudar os outros. Maryam conta que, nos estudos laboratoriais, as crianças com pouco mais de um ano pegam em objetos que acham que os investigadores vão precisar.

Para fomentar estas tendências, nós próprios devemos ser voluntários, para mostrar às crianças que é algo que valorizamos. Os pais podem recear a exposição das crianças a tópicos como fome, doenças ou sem-abrigo, mas explicar estas ideias no contexto de como podem ajudar pode facilitar a conversa. 

Depois, devemos permitir que as crianças participem no planeamento e na tomada de decisões sobre o tipo de voluntariado que se deseja fazer. Mas e se as crianças tiverem sugestões impraticáveis? “Devemos aplaudir a ideia e, de seguida, encontrar o objetivo da mesma. Qual é o propósito? Devemos ajudar as crianças a solucionarem os problemas”, explica Maryam no mesmo artigo. 

Há causas pelas quais os nossos filhos se interessam mais. Enquanto pais, devemos descobrir quais são e entrar em contacto com as organizações locais que trabalham com essas questões. Provavelmente, estes grupos também têm algumas ideias sobre a forma como os nossos filhos podem ajudar, seja através da sensibilização dos amigos ou da angariação de donativos. 

Eis algumas ideias de atividades voluntárias adequadas a crianças:

Doar alimentos 

Muitas igrejas locais, centros comunitários e instituições doam diretamente ou têm uma linha para grupos que coordenam esforços de socorro para abrigos locais, que fornecem ajuda às famílias e indivíduos carenciados. Os seus filhos podem contribuir indo às compras consigo para escolher bens para doação, como comida enlatada, bolachas, massas, fraldas e muito mais, e ir com os seus filhos entregar esses produtos para distribuição.

Doar brinquedos e livros usados

As crianças também podem doar os brinquedos e as roupas que estão em bom estado, mas que já não usam.

Caminhadas ou corridas solidárias 

Participar numa caminhada ou corrida, cujo valor de inscrição reverta a favor de uma instituição ou de uma causa, também é uma ótima ideia, pois, além de fomentar a vertente solidária, fomenta também o gosto pelo desporto. Por outro lado, é uma excelente maneira de as famílias passarem mais um momento juntas. 

Limpeza de parques e praias 

À medida que as crianças ficam mais velhas, podem começar a participar em eventos de limpeza de parques ou de praias. Mesmo as crianças mais novas podem ajudar a recolher o lixo. 

Trabalhar numa horta comunitária

Ajudar a plantar flores, vegetais e outras coisas que crescem é uma atividade maravilhosa para as crianças. Elas ficarão com uma enorme sensação de realização ao observar o crescimento dos resultados do seu trabalho e poderão passar tempo ao ar livre entre a natureza, enquanto fazem algo valioso para a comunidade.

Ajudar os vizinhos

As crianças podem disponibilizar-se para ajudar os vizinhos idosos, fazendo tarefas domésticas simples ou oferecendo bolos feitos em conjunto com os pais. As crianças mais velhas podem ajudar a cuidar de crianças pequenas da vizinhança ou ajudá-las a aprender a ler. 

Qualquer que seja a atividade escolhida pelo seu filho, ajudar os vizinhos é uma ótima maneira de aumentar a sua autoestima e de fazer amizade com pessoas da comunidade.

Amigos por correspondência

Todas as pessoas gostam de receber uma mensagem manuscrita, sobretudo quando inclui desenhos coloridos. Em vez de juntarmos mais um desenho à galeria de arte na porta do nosso frigorífico, podemos pedir aos nossos filhos para colocarem as suas obras de arte em envelopes com destino a idosos solitários.

Amigos de quatro patas

O voluntariado também pode fazer parte das vidas das nossas crianças, através do acolhimento de um patudo, mesmo que seja de forma temporária.

As crianças que aprendem a passear os cães, a limpar as caixas de areia dos gatos e que passam tempo com os animais desenvolvem capacidades para a vida. As famílias que não possam adotar um animal — seja por questões logísticas ou de saúde —, podem ajudar de outras maneiras. Podem doar alimentos ou objetos para brincarem, como rolhas, por exemplo. Os gatos adoram brincar com rolhas! 

O seu filho participa em alguma atividade voluntária diferente das que aqui sugerimos? Se sim, partilhe connosco nos comentários, para aumentarmos a lista de ideias para os nossos outros leitores. 

Fontes: 

natgeo.pt

verywellfamily.com

pumpkin.pt

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos