Como desenvolver a consciência política nos filhos?

Sempre que um ato eleitoral se aproxima, é uma altura perfeita para ensinar as crianças sobre assuntos políticos e influenciar a próxima geração de eleitores. Mesmo as mais pequenas podem cultivar o interesse pela política, se os pais as envolverem nas conversas e nas atividades do quotidiano. Neste artigo, encontrará várias dicas que podem ser uma ótima ajuda nesta matéria. 

Comece de forma descomplicada 

Introduza conceitos simples que podem ser construídos, ao longo do tempo. Discuta o que é a responsabilidade e inteire-se do que o seu filho está a aprender na disciplina de história. 

Fale com ele sobre líderes políticos e/ou figuras que marcaram a história do país e do mundo. Mostre fotos das pessoas que estão no centro das atenções políticas e faça um resumo da sua forma de liderança ou de campanha.

Demonstre como o governo afeta a vida do seu filho, através de coisas quotidianas com as quais ele se identifique facilmente, como o dinheiro necessário para o funcionamento da escola, dos parques ou das bibliotecas.

Mostre ao seu filho que as crianças fazem parte da mudança

Identifique um problema da zona onde moram, como um parque cheio de lixo, e fale sobre o que ele pode fazer para melhorar. Incentive-o a escrever uma carta para o presidente da câmara ou para um ministro sobre o assunto da sua preocupação. 

Sugira aos professores e aos pais dos colegas do seu filho que realizem mini debates para introduzir conceitos políticos, seja nas aulas ou em atividades extracurriculares. 

Valorize o voluntariado 

Envolva-se e envolva a sua criança em ações de voluntariado, ao longo do ano e durante o período de campanha. Pais e filhos podem, por exemplo, ajudar com a correspondência ou com as compras da vizinhança.

Planeie visitas a locais importantes para os destinos do país

Leve o seu filho a conhecer locais que tenham sido ou estejam a ser palco de momentos decisivos para o país. É possível realizar visitas guiadas aos edifícios-sede das câmaras municipais, ao Parlamento e ao Museu da Presidência

Prepare estas visitas, incentivando o seu filho a fazer uma lista de perguntas para colocar aos funcionários dessas instituições.

Seja um modelo e um mentor 

Vários estudos demonstram que os pais que falam regularmente de questões políticas em casa têm mais possibilidades de criar filhos com consciência política.

Por isso, é importante que o seu filho o veja a ler o jornal, a ver as notícias na televisão, a ser interventivo na comunidade e a vê-lo a votar. Ao levá-lo consigo para votar, o seu filho irá familiarizar-se com o processo eleitoral. A mentoria silenciosa tem um efeito duradouro.

Assistir às notícias e aos debates políticos, em conjunto, é igualmente uma ótima prática. Poderão também ler o jornal em voz alta e discutir os temas juntos. Mostre cartoons de sátira política e incentive o seu filho a desenhar os seus próprios cartoons com base em questões importantes para ele.

Recorra à literatura

Para despoletar discussões e para aprimorar a compreensão do seu filho acerca de assuntos estruturantes, poderá também recorrer à literatura juvenil, como biografias, obras históricas ou de ficção. Aqui ficam seis sugestões: 

  • ‘Portuguesas com M grande’, de Lúcia Vicente: esta obra apresenta mulheres portuguesas que tiveram a coragem de sonhar e de mudar a sua vida e a dos outros. 
  • ‘Somos os 99%’, de Marc Grañó e Gonzalo Fanjul: este livro aborda a importância de criarmos um mundo mais justo e sustentável. 
  • ‘Meninos pequenos, grandes sonhos: Mahatama Gandhi’, de Albert Arrayás e María Isabel Sánchez Vengara: Gandhi aprendeu ainda pequeno que a violência não é solução — nem sequer para lutar contra as injustiças que ele próprio sofreu. 
  • ‘A cruzada das crianças (vamos mudar o mundo)’, de Afonso Cruz: o que farão os adultos se milhares de crianças saírem à rua reclamar os sonhos que eles se esqueceram de continuar a sonhar? — É esta a premissa deste livro. 
  • ‘Eleição dos bichos’, de André Rodrigues, Larissa Ribeiro, Paula Desgualdo e Pedro Markun: os animais da selva estão descontentes com o Leão e decidiram eleger um novo governante. Através desta estória, as crianças ficarão a saber como funciona um processo eleitoral. 
  • ‘Caixa de gratidão’, de Margarida Fonseca Santos: este livro fala sobre o papel da camaradagem e da entreajuda em ambiente escolar. 

Fontes: 

ourkidsmagazine.com

lifestyle.sapo.pt

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos