Carrinho de Compras

0

O seu carrinho está vazio

Voltar à loja
Close
Interrupções dos filhos: ensinar a paciência

Com certeza já teve de lidar com as interrupções constantes do seu pequenote. Aquele “Ó mãaaee” quando está a ter uma conversa importante ou quando está a falar ao telefone e que muitas vezes é repetido vezes e vezes sem conta, até que a devida atenção seja dada. 

Estas interrupções são normais e fazem parte do processo de crescimento e desenvolvimento das crianças, mas sabemos que podem ser bastante desafiantes e deixá-la frustrada ou mesmo a sentir-se culpada por não conseguir dar atenção total nesse momento.

Neste artigo, vamos explorar essa realidade e oferecer algumas técnicas que pode ensinar ao seu filho ou filha, para diminuir as interrupções e ensiná-lo a ser mais paciente. Mas primeiro vamos perceber…


Porque é que as crianças interrompem?

É importante lembrar-se que as crianças têm sempre uma razão para interromper. Podem estar a procurar atenção, podem querer partilhar algo que consideram importante ou podem estar simplesmente à procura de conforto e segurança. 

As crianças pequenas não possuem a capacidade de compreender plenamente o conceito de espera, e a sua necessidade de serem ouvidas e validadas é fundamental para o seu desenvolvimento emocional. Por isso, temos algumas dicas para como lidar com as interrupções dos filhos.


Dicas para lidar com as interrupções dos filhos

 1. Empatia: compreender a perspetiva do seu filho é fundamental. Quando ele se aproximar de si durante uma conversa ou chamada telefónica, faça um esforço para ouvir o que ele tem para dizer antes de voltar à sua conversa. Validar as suas necessidades pode ajudar a reduzir a frequência das interrupções.

2. Estabeleça limites claros: explique ao seu filho que os ama muito, mas que nesse momento precisa de se concentrar numa outra tarefa. Ensine-os a reconhecer os sinais de quando é um bom momento para pedir atenção.

3. Proponha alternativas: quando o seu filho o interromper, sugira alternativas para a interação. Por exemplo, pode dizer: "Adoraria ouvir o que tens para me contar, mas primeiro preciso de terminar esta conversa. Consegues esperar um pouco?"

4. Aproxime-se gradualmente: se o seu filho tem dificuldade em compreender a importância de esperar, pode ajudar aproximá-lo de forma gradual. Comece com pequenos períodos de espera e vá aumentando à medida que ele desenvolve essa competência.

5. Estabeleça um Sinal: Crie um sinal ou gesto que possa usar para indicar ao seu filho quando não pode ser interrompida.
Esta é uma técnica muito eficaz: sempre que o seu filho quiser falar consigo, pode ensiná-lo a pousar a mão no seu colo, por exemplo, e esperar. Coloque a sua mão em cima da do seu filho como um gesto de "a mãe percebeu que queres falar, e assim que for possível, será a tua vez." Retire a sua mão de cima da do seu pequenote como uma indicação de que está pronta para lhe dar atenção.
Isto irá criar uma forma visual e tátil de comunicação que ajuda a criança a entender quando é apropriado ou não falar. Além disso, reforça o respeito mútuo e a comunicação eficaz.

As interrupções são uma oportunidade para se conectar com os seus filhos, mesmo nos momentos mais inesperados. Com empatia, paciência e estratégias adequadas, pode encontrar um equilíbrio entre atender às necessidades do seu filho e cumprir as suas próprias responsabilidades. 

Gostava de saber como ensinar a criança a lidar com a frustração? Temos o artigo ideal para si: Como ensinar as crianças a lidar com a frustração?

Deixe um comentário

Artigos Relacionados