ENVIOS GRÁTIS EM COMPRAS SUPERIORES A 50€, PARA PORTUGAL CONTINENTAL. CÓDIGO: GRÁTIS

Quando introduzir pão na alimentação do bebé?

O bebé pode começar a comer pão a partir dos 6 meses ou quando já tiver todos os sinais de prontidão. No entanto, apesar de ser uma excelente fonte de hidratos de carbono, tão importantes para o crescimento das crianças, este alimento deve ser oferecido com moderação e com alguns cuidados, conforme explicamos em detalhe neste artigo. 

Selecionar cuidadosamente o pão 

Não é aconselhado dar pão aos bebés antes dos seis meses, porque a maioria dos pães contém glúten, um dos alergénicos mais comuns e que só deve entrar na alimentação do bebé a partir do sexto mês. Além desse, alguns pães podem conter outros alergénicos, como sésamo, ovo, oleaginosas ou soja. 

É preciso também ter em atenção que há pães processados e ultra-processados, dependendo da lista de ingredientes.

Atualmente, há uma grande variedade de pães. Contudo, deverá preferir o pão de mistura para o seu bebé. O pão integral deverá ser evitado, dado o seu maior conteúdo em fibra, que pode dificultar a digestão do bebé e causar cólicas e algum mal-estar. Deverá também excluir pães com sementes ou com qualquer outra adição.

Por isso, antes de comprar pão para o seu bebé, escolha uma variedade com uma lista pequena de ingredientes (farinha ou farinhas, água e fermento), sem açúcar e com pouco sal.

Pão sozinho ou acompanhado?

Até aos 12 meses, o pão como alimento sozinho é desinteressante, mas é um ótimo veículo para introduzir outros alimentos, especialmente ricos em ferro. 

Uma boa solução é barrar o pão e servir ao bebé ao lanche ou mesmo nas refeições principais. Poderá barrar, por exemplo, com húmus, patês diversos (feijão, fígado, carne ou cogumelos), manteiga de amendoim ou de outra oleaginosa. 

Note que as manteigas têm uma consistência que pode facilmente formar uma massa na boca do bebé, colar-se à língua ou ao céu da boca, representando risco de engasgo. Por isso, quando barrar o pão, use pouca manteiga ou misture com outro alimento mais húmido. Por exemplo: misturar manteiga de amendoim com um pouco de banana amassada e barrar no pão.

Também pode oferecer pão juntamente com a carne e o peixe. A açorda é também uma das opções a considerar. Lembre-se de desfazer o pão em pedaços pequenos e de “esmagar”, depois de preparado.

A partir dos oito meses, pode oferecer o pão em pequeninas quantidades, para promover a mastigação e a insalivação. É preferível oferecer pão ao bebé, em vez de cair na tentação de dar bolachinhas.

O pão ajuda a criar hábitos alimentares mais saudáveis, tendo em conta que as bolachas, mesmo as que parecem mais saudáveis, têm geralmente muito açúcar e gorduras hidrogenadas. 

Como evitar engasgos

O pão pode representar risco de engasgos, especialmente o miolo, pois poderá amolecer em contacto com a saliva e formar uma massa na boca.

Para evitar que o bebé se engasgue, ofereça pedaços de côdea grandes e sem miolo ou tiras da largura de 2 dedos de um adulto de pão fatiado torrado. 

Por fim, como com qualquer alimento, nunca deixe o seu bebé comer pão sem a supervisão de um adulto. 

Fontes: 

comidadebebe.pt

maemequer.sapo.pt 

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos